A PHP Error was encountered

Severity: 8192

Message: Function split() is deprecated

Filename: index/noticia_lib.php

Line Number: 190

| [KarenKoltrane] Radio
Conheça nosso novo site! Clique aqui.

92 Graus abre o palco pela última vez

Lendária casa de shows curitibana, 92 Graus, anuncia que irá fechar as portas.
Lendária casa de shows curitibana, 92 Graus, anuncia que irá fechar as portas.

O espaço de shows alternativos mais importante de Curitiba anuncia que irá fechar. Os últimos shows acontecerão este final de semana, para a tristeza de todos.

 

Os últimos acordes serão tocados por Crushers, Vermstrong, Bando Clandestino e Rabo de Galo, neste sábado.

 

JR Ferreira, em nota para amigos e imprensa, disse estar cansado após 19 anos de trabalho no espaço cultural. Destacou também o valor do aluguel, que segundo ele, dobraria assim que renovasse o contrato e que pensa em vender a marca, o equipamento e o alvará para shows ao vivo. 

 

A casa de shows abriu em 1991 e não era mais do que um porão com um balcão de bar e um palco, era apertado, quente e os banheiros assustavam. Foi o ano do primeiro B.I.G., um festival de música independente, recheado com bandas (nacionais e internacionais) novas e diferentes da época. A repercussão foi imediata, todos os olhares voltaram-se para Curitiba e a cidade ganhou o status de "Seatle brasileira". Depois, inúmeras atrações estiveram lá, de centenas de estilos musicais, a casa era totalmente democrática, bastava deixar o nome de sua banda com o proprietário e aguardar, logo você poderia tocar no "Take Five", uma matinê dominical em que as bandas tocavam apenas cinco músicas.

 

Tivemos o prazer de tocar lá inúmeras vezes, abrir para bandas que eu era fã, como o Bambix. Fomos também como espectadoras, assisti ao Stigmata a go-go, ao Man or Astroman, ao Sweaweed e conhecemos muitas bandas brasileiras, que numa época sem internet, jamais teríamos visto. 

 

É com bastante tristeza que fechamos a matéria e torcemos para que, como já aconteceu antes, o lendário JR volte atrás e mude de idéia. As bandas vão continuar reclamando do equipamento, as pessoas irão pedir para entrar sem pagar, alguns espertinhos irão entrar com bebidas escondidas na mochila, mas, como nós crescemos e formamos boa parte de nosso gosto musical lá, que as próximas gerações também tenham essa chance.


Veja também:



Autor: Qué
Publicada em: 01/05/2010


Para ouvir:
Winamp Mediaplayer Flashplayer
social: